EMPREGO – UHE Sinop oferece vagas em todos os municípios envolvidos pelo Empreendimento

Empresa responsável pela construção da hidrelétrica tem equipe específica para o anúncio das vagas

foto: Assessoria de Imprensa

Hoje o efetivo no canteiro de obras da UHE Sinop é de 846 colaboradores, 679 são região (foto: Assessoria de Imprensa)

As contratações de mão de obra para a Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop iniciaram em dezembro de 2013. Atualmente, a Construtora Triunfo tem um efetivo de 846 funcionários, sendo 679 da região e os demais, 161, transferidos de outros empreendimentos. De acordo com o encarregado Administrativo da Construtora, Rodrigo Alexandro de Melo, as contratações incluem mão de obra direta e indireta nas áreas civis, elétrica, mecânica e administrativa e são feitas por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e do Centro de Apoio ao Migrante (CAM), implantado pela concessionária da Usina, a Companhia Energética Sinop (CES).

“A Triunfo tem uma equipe dedicada a anunciar estas vagas que está indo pessoalmente às prefeituras e aos Sines da região, apresentando por meio de ofício a necessidade de mão de obra e priorizando a contratação local”, informa Rodrigo. Segundo ele foram visitadas as prefeituras de Sinop, Cláudia, Itaúba, Marcelândia Peixoto de Azevedo, Matupá, Guarantã do Norte, Terra Nova do Norte, Carlinda, Alta Floresta, Paranaíta, Colíder e Sorriso. Além dos Sines de Sinop, Guarantã do Norte, Alta Floresta e Colíder.

Rodrigo explicou, ainda, que além do recrutamento e seleção, a Construtora tem um programa de capacitação de mão de obra em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi). Através dessa parceria é dada a oportunidade aos colaboradores de concluírem os estudos básico, fundamental e médio, além de cursos profissionalizantes. Isso garante seu crescimento pessoal e profissional, além de atender as necessidades da obra.

As contratações ocorrerão durante todo o período da obra, ou seja, até 2017. No pico serão cerca de 3,5 mil trabalhadores atuando no canteiro. A diretora de Meio Ambiente da CES, Ana Brígida Cardoso, ressalta esse grande momento que a região envolvida pelo Empreendimento vivencia, especialmente, no que se refere à geração de emprego e renda. “É gratificante saber que a mão de obra local está sendo aproveitada, capacitada e que todos os municípios estão tendo a mesma oportunidade”, conclui.

Assessoria de Imprensa

EnglishFrenchPortuguese