HISTÓRIA – UHE Sinop realiza ação de educação patrimonial

Peças pré-históricas e da cultura de Mato Grosso fizeram parte de exposições coordenadas pelo Empreendimento

foto: Assessoria de Imprensa

Exposição visa tratar da importância do patrimônio cultural para a preservação da história da humanidade (foto: Assessoria de Imprensa)

O Programa de Prospecção e Resgate do Patrimônio Arqueológico e Educação Patrimonial do Projeto Básico Ambiental (PBA) da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop vem realizando várias exposições de patrimônio imaterial, patrimônio cultural e arqueológico de Mato Grosso.

A primeira exposição desses materiais foi realizada durante a Festa Caipira da Escola Municipal Valmor Copati, localizada no Assentamento Wesley Manoel dos Santos, a Gleba Mercedes V, com destaque para os machados polidos, pontas de flechas, cerâmicas pré-históricas, cabocla e indígena, além de viola de cocho, mocho, ganzá e uma réplica de osso de uma preguiça gigante.

Já durante as comemorações do aniversário de 40 anos de fundação de Sinop, a exposição contou com a participação do grupo de dança Flor Ribeirinha, de Cuiabá, com o siriri e cururu que chamou a atenção da secretária Municipal de Cultura de Sinop, Edna Mara Nogueira. “Foi uma das apresentações mais bonitas que já vi. Engrandeceu o nosso evento e valorizou a nossa cultura”, afirmou.

As peças expostas na Festa Caipira voltaram para a Gleba Mercedes durante a quarta edição da Exposição do Assentamento Wesley Manoel dos Santos (Expogleba), realizada entre os dias 26 e 28 de setembro.

De acordo com o arqueólogo, Luiz Coimbra Nunes, da empresa Arquaeo, contratada pela Companhia Energética Sinop (CES) – concessionária da Usina – para desenvolver os trabalhos arqueológicos do Empreendimento, esse tipo de atividade leva conhecimento à população sobre a importância do patrimônio cultural para a preservação da história da humanidade. “Buscamos sensibilizar a comunidade sobre a importância de se fazer o resgate dos valores sociais e culturais por meio da preservação e do acesso ao patrimônio histórico cultural do nosso Estado”, disse.

Assessoria de Imprensa

EnglishFrenchPortuguese