IPIRANGA DO NORTE – UHE Sinop realiza Campanha sobre Plantas Medicinais

Aproximadamente 210 crianças, pais e professores da Escola Municipal Crescer e Aprender participaram da campanha temática realizada pelo Programa de Educação Ambiental

IPIRANGA DO NORTE

Equipe técnica da MM Social apresenta aos alunos as espécies e propriedades das plantas medicinais (foto: Assessoria de Imprensa)

Utilizar plantas medicinais pode ser uma forma natural e mais barata para cuidar da saúde, porém é preciso conhecer bem as espécies para aproveitar todas as propriedades naturais. No mês de setembro, 210 alunos, pais e professores da Escola Municipal Crescer e Aprender, município de Ipiranga do Norte, participaram da campanha temática realizada pela Companhia Energética Sinop (CES), Concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop, por meio do Programa de Educação Ambiental (PEA).

A atividade que tem o objetivo de reconhecer a importância dessas plantas, apresentar seu uso e valorizar o conhecimento popular, cultivo e utilização, foi desenvolvida em dois momentos: primeiro com as crianças de forma lúdica, apresentando as espécies medicinais e seus aromas e no segundo momento com os pais e professores de forma mais dinâmica, repassando a forma correta de secagem das ervas, armazenamento e dosagem indicada para cada patologia e idade ao preparo dos chás. Ao todo, 11 espécies foram trabalhadas pela equipe técnica da MM Social, empresa contratada pela CES para execução do PEA.

Para a diretora da instituição, Nilza Maria, a parceria da UHE Sinop foi fundamental no aprimoramento de uma atividade que já vinha sendo realizada. “Por meio das informações repassadas pelos técnicos aprendemos um pouco mais sobre o uso correto e consciente das ervas medicinais que cultivamos na escola. Os alunos realizam o plantio, os funcionários a manutenção e as mudas, muito procuradas pela comunidade, também são produzidas pelos alunos”, explica Nilza.

Hortelã, poejo, anador, erva e capim cidreira, boldo, tansagem, menta, manjericão, alecrim, sálvia e losna, são algumas das espécies cultivas na escola e abordadas na campanha. Foram repassadas também, informações sobre as normas e diretrizes de uso, segundo as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Resolução RDC Nº 10, de 09 de maio de 2010, onde são descritas 66 plantas para uso medicinal.

A atividade integra um conjunto de ações desenvolvidas pelo PEA, definidas pelos representantes dos cinco municípios envolvidos pelo Empreendimento no 2º Seminário Intermunicipal de Educação Ambiental, realizado no dia 05 de maio deste ano, explica a coordenadora de Socioeconomia da CES, Cirlene Furini. “Até o final do ano mais duas atividades serão realizadas no município, sendo uma campanha na área de Ecopedagogia e Percepção Ambiental e uma capacitação na área de sustentabilidade”, finaliza.

Assessoria de Imprensa

EnglishFrenchPortuguese