Dia da Amazônia: UHE Sinop alerta para a importância da preservação das margens do reservatório

Publicado em 05 de Setembro de 2021 ás 11h 39min

UHE Sinop já reflorestou 250 hectares de Área de Preservação Permanente (APP) O Dia da Amazônia é comemorado em 5/9, e a Sinop Energia, empresa responsável pela operação da Usina Hidrelétrica de Sinop (UHE Sinop), chama atenção para a importância da preservação da vegetação nativa das margens do lago da usina. Além de fazer a sua parte com o reflorestamento das Áreas de Preservação Permanente (APP), a companhia convoca a população a contribuir para a saúde e a boa qualidade da água do reservatório.

UHE SINOP E O TRABALHO DE PRESERVAÇÃO

“A preservação da mata ciliar é fundamental para a saúde do reservatório e a boa qualidade da sua água. As queimadas, o desmatamento, o despejo irregular de lixo e a ocupação irregular da APP, localizada na nascente e margem do lago da usina, podem resultar em processos erosivos, causar assoreamento e até comprometer a qualidade de água e a população de espécies nativas”, alerta o Gerente de Meio Ambiente da Sinop Energia, André Vasques. A Área de Preservação Permanente (APP) ao redor da represa possui, entre outras funções, a de preservação dos recursos hídricos, estabilidade geológica e proteção do solo. Por isso, as construções irregulares resultam não só em danos ambientais, mas acabam interferindo no próprio nível do reservatório e em seu potencial hidráulico. Por meio do seu Programa Básico Ambiental (PBA), a Sinop Energia já plantou mais de 150 mil mudas de plantas nativas em cerca de 250 hectares no entorno do reservatório da usina, área correspondente a cerca de 250 campos de futebol. O objetivo é o reflorestamento de um total de 3 mil hectares da Área de Preservação Permanente (APP) durante os próximos 10 anos. As ações que integram o PBA da Sinop Energia foram elaboradas em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que realizou as proposições técnicas de onde e como plantar, bem como zelar pela preservação desse reflorestamento. O trabalho foi iniciado em julho de 2020, com plantio, cultivo e monitoramento de 30 espécies típicas da Floresta Amazônica, provenientes do viveiro de mudas da UHE Sinop. As principais plantas são frutíferas, medicinais e com potencial silvicultural, como Cajueiro, Guarantã, Ipês, Copaíba, Sucupira, Champagne, Jatobá, Jutaí-mirim, Ingá-mirim, Mamoninha-do-mato, Mandiocão e Angelim, entre outras. André Vasques lembra a importância da participação da população local na fiscalização e denúncia de queimadas, desmatamentos irregulares e ocupações irregulares na Área de Preservação Permanente. “É importante que a população do entorno do reservatório nos ajude a preservar o lago, denunciando qualquer atividade irregular aos órgãos públicos competentes, contatando a Sinop Energia no escritório da empresa (Av. dos Flamboyants, 684, Sinop) ou por meio do telefone geral (66) 3520-9500. O reservatório da usina não é só para geração de energia”, completa Vasques. [video width="848" height="480" mp4="https://www.sinopenergia.com.br/wp-content/uploads/2021/09/WhatsApp-Video-2021-09-05-at-10.33.27.mp4"][/video]   Sobre a Sinop Energia A Sinop Energia é responsável pela construção e operação da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop. A empresa é uma sociedade de propósito específico formada pelos acionistas EDF Norte Fluminense (51%), Eletronorte (24,5%) e Chesf (24,5%). Com capacidade instalada de 401,88 MW e localizado no rio Teles Pires, o empreendimento gera energia limpa e renovável para metade do estado de Mato Grosso.

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.