ELETROMECÂNICA - Realizados primeiros testes nas estruturas da Usina

Publicado em 28 de Março de 2018 ás 16h 14min

Neste mês de julho foram realizados os primeiros testes em equipamentos eletromecânicos da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop. Primeiro foi realizado o teste de movimentação das comportas das adufas de desvio. Depois foi realizado teste da comporta reserva, liberando, assim, as adufas para o desvio do rio. A operação de desvio e fechamento do rio é uma das etapas mais complexas para os empreendimentos hidrelétricos, razão pela qual as comportas devem estar aptas para esta ação.

Conforme explica o gerente de Eletromecânica da CES, Wallace Lobo, houve um trabalho em conjunto entre a Concessionária da Usina, a Companhia Energética Sinop (CES), e a Construtora Triunfo, contratada para executar as obras civis, fornecimento eletromecânico e montagem da UHE Sinop, no sentido de garantir que as comportas estivessem 100% operacionais para o desvio. “Como resultado, a Triunfo decidiu testar a movimentação de todas as comportas e efetuar a montagem de uma comporta reserva, que pode ser inserida em qualquer posição das demais”, salientou.

Conforme o gerente, todas essas ações, cuja execução não estava prevista inicialmente, aumentam a segurança para a operação do desvio do rio. “O fato de todas as comportas terem sido movimentadas dentro das suas próprias ranhuras nos traz a certeza de que estão aptas para a operação de desvio e fechamento do rio”, completa.

Ainda neste mês foi realizado o teste de indução magnética do núcleo do estator do gerador da primeira unidade. Executado pelas equipes da Construtora Triunfo e da Andritz, fabricante do gerador, o teste mostrou que o empilhamento e prensagem das chapas do núcleo magnético foram executados de forma satisfatória. Agora o estator, que tem 1,86 metro de altura e 12,35 metros de diâmetro interno, está liberado para ser preparado para receber o seu enrolamento, onde a energia mecânica da turbina será transformada em energia elétrica.

A UHE Sinop terá duas turbinas do modelo Kaplan sendo que cada uma terá potência de 204 MW, as quais são consideradas as maiores do tipo Kaplan em fabricação e serão as maiores, em potência unitária, instaladas no Brasil. A geração de energia do Empreendimento atenderá 1,6 milhão de brasileiros, o equivalente a 50% da população de Mato Grosso.

Assessoria de Imprensa

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.