Sinop Energia contribuiu com doação de usinas de oxigênio para auxiliar no atendimento à população

Publicado em 21 de Fevereiro de 2022 às 10h 34min

Durante a pandemia, a empresa também distribuiu entre os municípios vizinhos outros equipamentos para suporte dos hospitais

Já estão em Sinop as duas usinas de produção de oxigênio, doadas ao sistema público de saúde de Mato Grosso pela Sinop Energia, por meio do programa Salvando Vidas do BNDES. A primeira foi entregue ao município de Sinop e já se encontra em funcionamento. A outra foi doada ao Hospital Regional Jorge de Abreu, do Governo do Estado, e entrará em operação em breve.

Na UPA Anete Maria Mota Maria, a usina de oxigênio está localizada no anexo da unidade e atende os pacientes internados com crise respiratória aguda que necessitam do oxigênio, bem como seu excedente compartilhado com municípios vizinhos.

Além de trazer benefícios aos pacientes, o equipamento também contribui para a economia do hospital. Em 2020, a Secretaria Municipal de Saúde de Sinop destinou ao município R$ 561 mil para a compra de oxigênio. Até maio de 2021, a UPA já havia direcionado R$ 431 mil para a compra de oxigênio, volume 117% maior que o total gasto no ano anterior.

O Hospital Regional Jorge Abreu foi contemplado com o equipamento, cuja capacidade de produção é de 10 metros cúbicos de oxigênio por hora, suficiente para atender 20 leitos, entre UTI e enfermaria, da unidade.

O diretor-presidente da Sinop Energia, Ricardo Padilha, ressalta a importância da doação para a companhia. “A Sinop Energia está mais perto do cidadão do que ele imagina e em parceria com o BNDES temos feito muito pela nossa região. Nossas ações vão além da geração de energia, e o apoio aos municípios neste momento, em que ainda vivemos a pandemia, reforça esse nosso compromisso”, destaca Padilha.

COMO FUNCIONA A USINA DE OXIGÊNIO

A usina de oxigênio trabalha gerando gás hospitalar. O ar comprimido passa por processo rigoroso de filtragem e são removidos os elementos indesejados, como o nitrogênio e o dióxido de carbono. Após a purificação, o insumo chega direto aos pacientes internados com uma pureza de 95%.

OUTROS BENEFÍCIOS

Com o recurso do projeto em parceria com o BNDES, a Sinop Energia já doou um aparelho de gasometria para a Fundação hospitalar municipal de saúde de Itaúba, um digitalizador de imagens de Raio-X para o Hospital D. Nilza Pipino, do município de Cláudia. Além disso, EPI’s foram entregues para auxiliar no atendimento dos pacientes com Covid-19 do Hospital Santo Antônio, Hospital Regional de Sinop e unidades de pronto-atendimento de Sinop e Cláudia.

O programa matchfunding Salvando Vidas foi criado pelo BNDES para auxiliar hospitais no tratamento dos pacientes com Covid-19. No projeto, o banco dobra o valor doado pela empresa para realizações na área de saúde. A ação é coordenada pela SITAWI do Bem, organização social responsável pela gestão dos recursos financeiros e aquisição dos itens que compõem as usinas implementadas pelo projeto em todo país.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Aviso de Cookies
Nós e terceiros selecionados usamos cookies ou tecnologias semelhantes para fins técnicos e, com o seu consentimento, para outros fins, conforme especificado na Política de Cookies. Negar o consentimento pode tornar os recursos relacionados indisponíveis. Você pode consentir com o uso de tais tecnologias usando o botão “Aceitar”.