Sinop Energia comemora 8 anos de fundação

Gestão da empresa prioriza eficiência operacional aliada a diversas ações ambientais, educacionais e socioeconômicas.

A Sinop Energia comemorou, na quinta-feira (28/10), oito anos de fundação. A empresa foi criada com o objetivo de construir e operar por 35 anos a Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop, localizada no rio Teles Pires. Entre as principais conquistas alcançadas está a entrega de energia limpa e renovável para metade da população do Mato Grosso. Sua atuação é pautada em princípios baseados na sustentabilidade, desenvolvimento socioeconômico local e nacional, expertise técnica e segurança.

A partir de 2013, a Sinop Energia iniciou a gestão das diversas etapas que compõem a construção de um grande empreendimento, como o desenvolvimento do Projeto Básico Ambiental (PBA) formado com 41 programas que trabalham as questões sociais e ambientais.  Tais programas são compostos por planos e subprogramas com metodologias, escopos, produtos, responsabilidades e cronogramas específicos, gerenciados ao longo da implantação da usina. Algumas iniciativas continuam sendo executadas atualmente. A empresa mantém o foco no cuidado da flora, fauna, clima, entre outras questões sociais e ambientais. Um exemplo é a recuperação das áreas degradadas no entorno do reservatório da UHE Sinop. É realizado o plantio de aproximadamente 32 espécies nativas na Área de Preservação Permanente (APP).

Meio Ambiente

 

A preservação do meio ambiente é prioridade na operação. Entre os investimentos feitos pela empresa está a aquisição de equipamentos com tecnologia de ponta para gerar dados em tempo real que auxiliam na definição de ações para o bom funcionamento da usina. O monitoramento da água com seis estações telemétricas. Elas monitoram permanentemente a qualidade da água, permitindo o controle operacional e a tomada de decisões das manobras do vertedouro.

A eficiência operacional pode ser traduzida em números. Em 2021, a usina bateu o recorde de geração de energia desde o início da operação do empreendimento há dois anos. O primeiro recorde foi alcançado em fevereiro, quando a usina gerou 146 GWh, seguido de um aumento de 55% na geração e novo recorde em março, com a produção de mais de 226 GWh de energia limpa e renovável, suficiente para abastecer cerca de 1,6 milhão de pessoas. O volume repercute diretamente sobre o aumento da oferta de energia hidrelétrica no período, além da geração de benefícios para os municípios vizinhos ao reservatório, por meio do pagamento de Compensação Financeira Pela Utilização de Recursos Hídricos (CFPURH), conhecido como royalties da água.

Benefícios socioeconômicos

 

Os royalties da água contribuem diretamente no crescimento da região. Com apenas 18 meses de operação, a UHE já tinha distribuído aproximadamente R$ 5 milhões para a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que repassou o valor ao Mato Grosso, municípios, além de órgãos do Governo Federal. Sinop, Ipiranga do Norte, Sorriso, Cláudia e Itaúba, vizinhos ao empreendimento, também receberam mais de R$ 3 milhões pelo pagamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) entre 2020 e 2021.

A Sinop Energia cumpre ainda seu papel de empresa cidadã com inúmeras ações voltadas à população local. O município de Sinop foi beneficiado com duas usinas de oxigênio para auxílio no tratamento de pacientes com Covid-19, palestras sobre educação ambiental em escolas, workshop com pescadores e um Hospital dos Olhos, por exemplo. Em Sorriso, foram ofertados cursos de capacitação de professores e técnicos, construção de ambulatório e doação de ambulâncias. Já em Ipiranga do Norte, Cláudia e Itaúba se destacaram as construções de delegacia e posto de saúde, reforma de escola e doação de veículos para transporte de pacientes e controle de endemias.

Para o diretor-presidente da Sinop Energia, Ricardo Padilha, o aniversário da empresa é motivo de comemoração e orgulho. “Nestes oitos anos de Sinop Energia, a companhia alcançou muitas conquistas na gestão do empreendimento. Agregou, também, valor para a matriz energética brasileira e contribui para o desenvolvimento local. Realiza, com frequência, diversas campanhas junto às comunidades próximas à usina. É uma honra fazer parte da história de uma empresa”, celebra o diretor.

Semana +Segurança 2021

Visando a segurança e o bem-estar dos colaboradores, a Sinop Energia realizou entre os dias 25 e 29 de outubro, nas dependências da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop, o evento Semana +Segurança 2021. Com o tema “Cuidar de você, essa é a nossa energia”, a empresa abordou assuntos relevantes para a saúde e bom funcionamento do empreendimento. Durante a Semana, os funcionários participaram de atividades lúdicas e dinâmicas. Todas ligadas à prevenção de acidentes e tomadas de decisão, bem como orientações a respeito da saúde física e mental.

Vera Rett, diretora administrativa e financeira da Sinop Energia, destaca o foco no colaborador e reafirma a importância de ações voltadas a este fim. “Tenho orgulho da trajetória que a empresa percorreu até aqui. Além das ações com a comunidade, também buscamos desenvolver atividades junto aos colaboradores. Buscamos, constantemente, promover saúde, bem-estar e segurança. Essas práticas são refletidas diretamente nos resultados operacionais conquistados pelo empreendimento. Isso se traduz em eficiência e excelência do trabalho realizado”, afirma.

Números do empreendimento

  • Dimensão do reservatório: 342 km2
  • Potência instalada: 401,88 MW
  • 2 turbinas Kaplan
  • Custos do projeto: R$ 3.6 bilhões
  • Início da operação comercial da 1ª unidade geradora: 17/09/19
  • Início da operação comercial da 2ª unidade geradora: 19/10/19
  • Mão-de-obra: 2.755 (set/2017)
  • Meio Ambiente: 41 projetos socioambientais

 

Sobre a Sinop Energia

A Sinop Energia é responsável pela construção e operação da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop. A empresa é uma sociedade de propósito específico. Formada pelos acionistas EDF Norte Fluminense (51%), Eletronorte (24,5%) e Chesf (24,5%). Com capacidade instalada de 401,88 MW e localizado no rio Teles Pires. O empreendimento gera energia limpa e renovável para metade do estado de Mato Grosso.

EnglishFrenchPortuguese